Notícias

Postado às 08h15 | 27 dezembro 2021 |

Deputado chama ministro do STF de "professor de Deus" ao falar em censura

O deputado federal General Girão se referiu ao ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) como "professor de Deus" em uma postagem em que afirma que o Supremo quer promover a censura nos aplicativos de mensagens. 

A fala do deputado se deu após a informação de que Barroso, que preside o TSE, quer a ajuda do Telegram para combater a desinformação. Segundo o ministro, o aplicativo é porta de entrada para fake news sobre as eleições.

“É por meio do Telegram que muitas teorias da conspiração e informações falsas sobre o sistema eleitoral estão sendo disseminadas sem controle”, argumentou o magistrado, ofício enviado ao CEO do app, Pavel Durov.

"Além de querer legislar, o STF, por meio de um dos seus Prof de Deus também quer promover a censura nos aplicativos de mensagens. Deveria ficar no seu papel Constitucional. Quantos votos VExa teve? Será que ainda existe algum cidadão lúcido capaz de acreditar nesse senhor?", escreveu o deputado General Girão.

Fonte: Portal Grande Ponto

​ ​