Política

10 de junho de 2022

Governo do RN emite ordem de serviço para construção de IERN em São Miguel

A governadora Fátima Bezerra assinou nesta quinta-feira (09) a ordem de serviço para construção do Instituto Estadual de Educação Profissional, Tecnologia e Inovação do Rio Grande do Norte (IERN) de São Miguel, na região Alto Oeste. Esta é a quinta ordem de serviço de um total de 12 IERNs que vão se integrar à rede estadual de ensino. Os quatro anteriores foram os de Campo Grande, Natal (Zona Oeste), Alexandria e Umarizal. O investimento é de R$ 9,87 milhões em obras físicas e mais R$ 2 milhões em equipamentos.

Inspirados nos institutos federais e considerados essenciais para a melhoria da qualidade do ensino público no RN, os IERNs têm 12 salas de aulas, laboratórios, biblioteca, auditório/teatro e espaço para prática de esportes.  "A juventude, os homens e mulheres de São Miguel e região vão ganhar uma das mais belas escolas técnicas do Rio Grande do Norte, um instrumento que além da formação técnica, terá pesquisa, extensão e toda uma integração com a comunidade. Na condição de professora, fico feliz porque essa escola significa mais cidadania e oportunidades", disse a governadora, destacando a parceria com a prefeitura local, que doou o terreno. 

Representando o prefeito Célio Gonçalves de Queiroz, que não pode comparecer à solenidade, o deputado Raimundo Fernandes agradeceu à iniciativa do governo, ressaltando a importância da escola para a região. São Miguel e demais municípios da microrregião Serra de São Miguel tem quase 10 mil estudantes matriculados em escolas de ensino fundamental e médio da rede pública.

O secretário Getúlio Marques lembrou que os IERNS representam um novo tempo para a educação do Rio Grande do Norte, melhorando a qualidade do ensino, ampliando as oportunidades e se integrando à comunidade. "Na hora em que se implanta uma escola com esse perfil, os cursos são sintonizados com as demandas locais e regionais. Antes da instalação da escola, vamos colocar as sugestões de cursos e discutir com a comunidade."

A construção do IERN em São Miguel, município de 23,8 mil habitantes, devolve aos estudantes o sonho de ter uma escola de alto padrão de ensino, sem necessidade de se descolarem para outras cidades. São Miguel estava na lista de municípios que teriam um campus do Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN). Seria o terceiro numa área de 21,4 mil quilômetros quadrados e quase 800 mil habitantes. No entanto, com a mudança de governo em 2016, a proposta de expansão do ensino profissionalizante foi descartada. "Mas quis Deus que eu, agora na condição de governadora, estivesse aqui assinando essa ordem de serviço, atendendo aos anseios dos estudantes", reforçou Fátima.

Entrevista / Getúlio Marques

Secretário de Educação do RN

O que são os IERNS?

São escolas que fazem a formação profissional, trabalham com a extensão trazendo a comunidade para dentro da escola, e com pesquisas. Na hora que houver um problema no município ou na região, estaremos prontos em busca de soluções. Para os alunos será assim: quem estiver na escola poderá escolher o seu futuro. Se quer ser um técnico, ele aproveitará o curso técnico e vai direto para o mercado de trabalho. E o mercado, hoje, está precisando de muita mão de obra na área técnica. Se quiser ir direto para a universidade, ele também estará preparado para isso.

Como será a integração da escola com a comunidade?

Temos um levantamento sobre as demandas regionais. Na hora em que se implanta uma escola com esse perfil, os cursos são sintonizados com as demandas locais e regionais. Antes da instalação da escola, vamos colocar as sugestões de cursos e discutir com a comunidade.

Como é que entram a extensão e a pesquisa?

Vamos dar um exemplo de uma região que desenvolve bordados, ou fruticultura, ou pecuária. Os agricultores, as rendeiras poderão ir à escola em busca de solução para algum problema que eles tenham. E a própria escola terá condições de aplicar projetos, trazendo a comunidade pra dentro da escola, para que possam melhorar a produtividade, usando as novas tecnologias.