Política

13 de maio de 2022

Presidente do sindicato do Estado diz que ocupará a governadoria caso acordo não for ao TJ

A presidenta do SINSP, Janeayre Souto está disposta a almoçar, jantar, dormir e passar o fim de semana na governadoria caso o acordo já assinado entre SINSP e Estado não seja encaminhado na manhã desta sexta-feira (13) ao Tribunal de Justiça. 

Nesta quinta-feira, o procurador-geral do Estado, Luiz Antônio Marinho, informou ao SINSP que nesta sexta, às 10h, o processo será protocolado no Núcleo de Ações Coletivas (NAC), do Tribunal de Justiça. 

A direção e assessoria jurídica do SINSP estarão no local junto ao deputado federal Rafael Motta para acompanhar o envio. O líder do governo na ALRN, deputado Francisco do PT também foi convidado para o momento.

"Eu, junto a direção e assessoria jurídica do SINSP, só saíremos do Gabinete Civil com o cumprimento da promessa do governo: acordo enfim encaminhado para o NAC. Esse processo já deveria estar lá desde que SINSP e o Estado assinaram o acordo, mas o governo segue protelando o envio. Todos os servidores que desejam que as promoções sejam implantadas o mais rápido possível também estão convocados e se juntar a nós, a partir das 9h.  Amanhã vamos à governadoria e só saíremos com o acordo entregue ao Tribunal de Justiça", informou Janeayre Souto.

O acordo vai promover todos os servidores da Administração Direta com um nível remuneratório, e dará a todos que têm direito também um nível gerencial. Após a chegada no NAC, o Tribunal vai homologar o direito.