Notícias

Postado às 08h30 | 08 fevereiro 2021 |

Governadora propõe parcerias com a Marinha do Brasil

A governadora do Rio Grande do Norte, professora Fátima Bezerra, acompanhada do vice-governador Antenor Roberto e do secretário estadual da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed), coronel Francisco Araújo, foi recebida, nesta quinta-feira (04), pelo comandante do 3º Distrito Naval da Marinha do Brasil, almirante Noriaki Wada. A bordo do navio Navio-escola Brasil, que está atracado no Porto de Natal, Fátima Bezerra tratou sobre o aprimoramento das atividades econômicas realizadas no mar e na costa e da defesa do patrimônio ambiental.

"Considero muito importante a realização de parcerias entre os órgãos do Governo do Estado e a Marinha do Brasil, cada um cumprindo o seu papel para proteção e preservação da vida na costa e no mar", afirmou a chefe do Executivo estadual.

Fátima defendeu a aproximação com a Marinha para realização de treinamentos e capacitação de trabalhadores do setor da pesca. "Este é um setor importante da nossa economia e que envolve milhares de potiguares. Temos muitas colônias de pescadores em todo o estado que precisam atuar de forma mais segura e produtiva". Neste sentido, ficou definida a realização de uma nova reunião com a participação dos técnicos das secretárias de Estado da Agricultura, Pecuária e Pesca (Sape), do Desenvolvimento Econômico (Sesed) e do Instituto de Desenvolvimento do Meio Ambiente (Idema).

A governadora sugeriu a realização de cursos de capacitação e aprimoramento para os trabalhadores do setor pesqueiro, como também ações colaborativas de proteção ao meio ambiente. "Temos desafios imensos e queremos ver quais parcerias poderemos fazer para desenvolver uma cadeia importante para nossa economia", pontuou Fátima Bezerra.

O almirante Niriaki disse que a Marinha, em interação com as capitanias dos portos, tem enorme demanda vinda dos setores social e econômico. Ele destacou a importância de se regularizar as profissões, qualificar e capacitar os trabalhadores do setor. "A Marinha é uma instituição bem vista e possui grande acesso às comunidades marítimas. Certamente, poderemos tratar de parcerias com a administração estadual", declarou.

​ ​