Notícias

Postado às 09h30 | 20 janeiro 2021 |

Saiba quais cuidados deve ter com a higiene íntima no verão

É sabido que as mulheres vivem mais que os homens, isso se dá por diversos fatores. Um deles está relacionado com a saúde, elas buscam mais a prevenção de possíveis doenças. Consultas periódicas ao médico, cuidado com a alimentação entre outras atitudes que ajudam a prolongar a vida.

No verão a atenção deve se voltar para alguns aspectos do corpo, como a região íntima que merece cuidado especial. "As temperaturas mais elevadas aumentam a transpiração, fazendo com que a zona vulvovaginal fique mais quente e úmida. Como resultado, aumenta a proliferação de microrganismos e aumenta também o risco de infecções vaginais, com especial incidência da candidíase", alerta a ginecologista do Hapvida, Drª Isabel Gondim.

De acordo com a especialista, durante esses dias mais quentes é adequado que a mulher faça a higiene duas vezes ao dia – pela manhã e à noite – e seque bem a região íntima. "Não use água muito quente, faz mal para pele e para região íntima também. O ideal é o uso de sabonete neutro, de glicerina, que não tira a proteção natural que o corpo precisa", explica.

Segundo a ginecologista é importante manter os pelos aparados, eles podem e devem ser retirados das partes íntimas para evitar a umidade no local e a proliferação de fungos e bactérias, além do cheiro de urina. "A calcinha tem que ser 100% algodão. Outros tecidos não deixam respirar a região adequadamente, mesmo aquelas que possuem o forro de 100% já que todas as partes íntimas precisam respirar e não só aquela que fica no forro", recomenda.

Quem usa absorvente todos os dias tem que preferir os que possuem micro furinhos. Também é importante tomar cuidado com desodorantes íntimos e saber exatamente a procedência e a reação do corpo. O fundamental é manter a região limpa, pois isso deixa a mulher muito mais segura.

​ ​