Arquivo SA

Postado às 09h30 | 04 março 2021 |

Dia da Mulher contará com ação virtual especial da Defensoria Pública

A passagem do Dia da Mulher, no dia 08 de Março, será celebrada com um dia de atendimento especial promovido pela Defensoria Pública do Estado do Rio Grande do Norte. A instituição irá ampliar seu atendimento virtual especialmente para o público feminino no Núcleo de Primeiro Atendimento de Natal, em Lagoa Nova, das 8h às 14h, através da Central de Whatsapp no telefone 84 99814.1118, opção 5.
 
Durante o dia, a Coordenação do Núcleo Especializado de Enfrentamento à Violência Doméstica e Familiar (Nudem) irá atuar com reforço no atendimento com psicólogas e assistentes sociais. Apesar do atendimento ser realizado pelo Nudem, as mulheres podem optar por não solicitar medidas protetivas e sim propor ações envolvendo por exemplo Direito de Família, como divórcios, dissolução de união estável, guarda e definições de pensões.

"A iniciativa irá abrir mais atendimentos do que geralmente são ofertados criando assim mais oportunidade de acesso desse público a instituição", explica a coordenadora do Nudem, a defensora pública Maria Tereza Gadelha.

 

Postado às 09h30 | 04 março 2021 |

RN recebe mais 40.800 doses da vacina CoronaVac

O Rio Grande do Norte recebeu, na madrugada desta quarta-feira (03), 40.800 doses da vacina CoronaVac. As doses recebidas darão sequência ao plano estadual de vacinação e o público-alvo continua sendo os idosos.

Com o novo lote recebido pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), será possível concluir 100% da vacinação dos idosos das faixas a partir dos 80 anos ou mais em todo Rio Grande do Norte e dar início a vacinação dos idosos de 75 a 79 anos de idade.

“É importante que esses idosos não procurem uma unidade de saúde sem informações. Que sejam orientados pelos municípios, os quais estão utilizando de estratégias de divulgação como carro de som, bem como os agentes comunitários, levando informações para que os idosos não aglomerem nas unidades de saúde, pois eles possuem uma maior mobilidade”, ressaltou afirmou Kelly Lima, coordenadora de Vigilância em Saúde.

Serão distribuídas pouco mais de 17.700 da CoronaVac para aplicação da primeira dose. A segunda dose ficará resguardada na Unidade Central de Agentes Terapêuticos (Unicat), em Natal, para garantir a imunização da população e, também, a reserva técnica preconizada pelo Ministério da Saúde.

Além disso, serão resguardadas 2.014 doses da CoronaVac para aplicação nos profissionais de saúde que estão atuando na linha de frente da pandemia e não foram vacinados anteriormente. “Para isso, os municípios deverão enviar uma lista nominal para a Sesap e, a partir dessa lista, serão disponibilizadas as doses para os profissionais de saúde que não conseguiram ser imunizados na primeira fase da campanha”, afirmou Kelly Lima.

IDOSOS ACAMADOS

Todos os idosos acamados que receberam a primeira dose da vacina contra a Covid-19 completarão o esquema vacinal, já que as segundas doses serão também enviadas para os municípios ainda hoje. As pessoas acamadas serão vacinadas em seus domicílios, através de estratégias de vacinação realizadas pelos municípios.

DISTRIBUIÇÃO

A distribuição das doses da CoronaVac para as regionais de saúde do estado acontecerá a partir das 13h de hoje, na sede da Unicat, em Natal.

Postado às 09h30 | 02 março 2021 |

Exposições online são vitrine para novos talentos da fotografia potiguar 

Percepções artísticas sobre seu próprio corpo, sobre a cultura urbana marginalizada, sobre a identidade LGBTI+ e sobre as memórias em uma cidade de interior,  são alguns dos caminhos que artistas visuais potiguares percorrem para construir quatro exposições online, selecionadas pela Lei Aldir Blanc, e que estarão disponíveis para acesso do público durante todo o ano de 2021.

Com curadoria do Margem Hub de Fotografia, os fotógrafos Allana Rocha, Zé Lucas, Filipe Silva e Tambureti expõem trabalhos únicos que, apresentados digitalmente,  visam ampliar o acesso do público apreciador de fotografia em um momento de fechamento das galerias e salas de exposição. A escolha dos quatro fotógrafos não se deu por acaso. Como em outros projetos realizados pelo Margem, a ideia com as quatro exposições é dar espaço para artistas visuais jovens e emergentes, potencializando a fotografia potiguar e nordestina.

“A lei Aldir Blanc precisa potencializar esses novos artistas, afinal o artista jovem ainda está se colocando no mercado de trabalho, e ainda não teve tantas oportunidades para expor e buscar experiências. É a partir do diálogo com esses novos artistas que a gente espera ampliar esse trabalho de produção cultural que a Margem já realiza”,  explica Paula Lima, responsável, junto com o fotógrafo João Oliveira,  pela seleção dos trabalhos expostos.

A oportunidade para trabalhar com o Margem na montagem da exposição “Síntese Urbana” é definida pelo fotógrafo Filipe Silva como “gratificante”. Ele já foi aluno dos cursos oferecidos pela escola de fotografia, e exprime bem com seu trabalho um olhar para manifestações artísticas e culturais marginalizadas, caso do graffiti, pixo e o skate.

Em sintonia com o tom caótico que compõe o urbano, o artista investiga a cultura de rua no Rio Grande do Norte, juntando em seu trabalho elementos do movimento cultural cosmopolita com questões da juventude potiguar. No trabalho destaca-se um cotidiano natalense marginalizado, apresentado em 12 fotografias que conduzem a uma imersão na cena do skate e do grafitti na capital potiguar. Com a exposição, o artista quer mostrar pessoas que usam os espaços da cidade como suporte para realizar arte.

“Quero levar percepção sobre a cultura urbana potiguar. O skate, o grafitte/pixo são elementos que sempre tive a percepção de estarem na mesma atmosfera. A cultura pertencente ao underground, ainda é mal vista e alvo de preconceitos. Levar o foco do projeto a essa cultura marginal é dar visibilidade a beleza existente nos elementos que muito passam despercebidos pelas pessoas”, afirma Filipe.

A exposição pode ser acessada em
https://www.michelangelofotos.com/sinteseurbana 

Já na exposição Corpo-Abandono, o fotógrafo Zé Lucas usa de suas próprias experiências como homem gay para conduzir uma reflexão sobre o preconceito sofrido pelos corpos da população LGBTI+, aqui apresentados nus junto a cenários que remetem ao vazio, à aridez e ao abandono. Para o artista, os corpos nus ao mesmo tempo que carregam marcas da rejeição sofrida por essa população também expressam libertação desses estigmas. A exposição é composta por 12 imagens, nas fotos vemos um homem gay e uma mulher trans interagindo com uma piscina vazia e com um cenário rochoso de vegetação seca. 

“Eu queria usar a minha arte para tratar de questões que me atravessam o tempo inteiro sendo um homem gay. A série fotográfica surge de inquietações em relação aos nossos corpos e o preconceito que sofremos diariamente. O próprio título já diz muito sobre isso, as locações dos dois ensaios da série trazem também a ideia do abandono. Primeiramente uma piscina desativada, onde nas imagens temos um corpo gay nu, largado no vazio. Nas imagens da segunda série fotográfica, por se tratar de um corpo trans no sertão do Seridó, foi usado como locação um cenário pedregoso com uma vegetação de cactos, que servem como uma metáfora de toda a rigidez que é ser LGBTI+ em uma cidade do interior potiguar”, explica o autor da exposição.

As fotos feitas por Zé Lucas estão disponíveis em https://www.zelucas.com/exposi%C3%A7%C3%A3o-corpo-abandono

Um olhar afetivo e singular sobre Acari, no sertão potiguar, é o que propõe a fotógrafa Tambureti com sua exposição “Criou Raiz”. As cores fortes das paisagens áridas e elementos conhecidos da cultura sertaneja estão presentes nas imagens selecionadas para compor a exposição. A mensagem por trás das imagens de fachadas em cores vivas, da decoração junina, e dos efeitos da seca no sertão é uma busca pela valorização daquilo que é local, e muitas vezes renegado.

“Espero levar para o público a sensação de afeto, de apreciação e de pertencimento ao lugar onde vivo, tanto pras pessoas que fazem parte da população residente nesse lugar quanto para parcela dos meus seguidores que acompanham e apoiam meu trabalho de longe, fazendo com que sintam vontade de conhecer esse pedaço de chão, essas cores, essas particularidades”, explica a fotógrafa acariense.

“Criou Raiz” pode ser acessada pelo link https://tambureti.myportfolio.com/work

Em plena pandemia, o uso da fotografia como escape para dias turbulentos levou a fotógrafa Allana Rocha a realizar experimentações ao fotografar partes do seu corpo, publicando esses trabalhos em redes sociais. A ideia era pensar a relação com o corpo durante um período de isolamento que leva, naturalmente, a um momento de maior intimidade consigo mesmo. Assim surgiu Casca: Corpo Continente em Autorretrato, com a proposta de um olhar, sem intermediários, para o que a artista considera uma “investigação do lugar que seu corpo ocupa.”

A importância dos autorretratos para mim é de ocupar o nosso próprio corpo, da gente fazer uso do que a gente tem, tomando as rédeas da nossa própria apresentação. Não aceitando que outras pessoas digam o que o nosso corpo é, o que a gente é. Ocupando nossa própria existência enquanto corpo”, expõe a artista.

A exposição pode ser acessada através do link https://allanarocha.com.br/portfolio/casca-corpocontinente-em-autorretrato/

As quatro exposições são patrocinadas, via Lei Aldir Blanc,  pela Fundação José Augusto, Governo do Rio Grande do Norte, Secretaria Especial de Cultura, Ministério do Turismo e pelo Governo Federal.

Postado às 09h30 | 02 março 2021 |

Azul retoma voos regulares ligando Recife à Mossoró

Respeitando todos os protocolos de biossegurança, o Governo do RN celebra a reabertura do aeroporto Dix-Sept Rosado, em Mossoró. O batismo da primeira aeronave a pousar em solo mossoroense, nesta segunda-feira, 1º de março, marcou a solenidade de reabertura. O retorno do voo da companhia Azul Linhas Aéreas é fruto de uma agenda de articulação da Governadora Fátima Bezerra, em conjunto com a Secretaria de Turismo (Setur), a Empresa de Promoção Turística (Emprotur) e a Secretaria de Tributação (SET), junto ao CEO da Azul Linhas Áereas em outubro do ano passado, em São Paulo/SP.
 
“Não medimos esforços para criar medidas a fim de mitigar os impactos causados pela pandemia. Montamos uma força-tarefa com o objetivo de solucionar os entraves para possibilitar o retorno dos voos. Ver a retomada, com todos os protocolos de segurança sanitária sendo cumpridos, marca também o retorno do turismo, uma das principais atividades econômicas do nosso estado”, disse a governadora Fátima. 
 
Representaram o Governo do Estado do Rio Grande do Norte, na solenidade, a secretária de turismo, Aninha Costa, o diretor-presidente da Emprotur, Bruno Reis e o diretor-geral do DER, Manoel Marques.
 
"O retorno desse voo foi um pedido da nossa governadora, ao presidente da Azul quando o visitamos em São Paulo. É um importante incremento para o turismo neste momento de retomada, pois fomenta o turismo de lazer e também o corporativo, muito forte nesta região que é uma das mais importantes economicamente para o Rio Grande do Norte. Esse voo é mais uma opção para aqueles que desejam conhecer essa bela região da Costa Branca potiguar, destacou Aninha.
 
O prefeito de Mossoró, Allyson Bezerra, destacou que todos os protolocos de biossegurança estão sendo rigorosamente cumpridos. "Diante da pandemia do coronavírus, estamos adotando todas as medidas para preservar as vidas de todos. Estamos reconectando Mossoró ao mundo e faremos com muita responsabilidade", ressaltou.
 
A partir de agora o aeroporto Dix-Sept Rosado passa a atuar com três frequências semanais (segundas, quartas e sextas), um importante incremento na malha aérea Rio Grande do Norte. Alessandra França e Gabriela Madeira, trabalham no setor comercial de uma importante indústria brasileira, estavam no primeiro voo. "Viajamos frequentemente para Mossoró a trabalho e o aéreo economiza muito tempo e desgaste físico. Ficamos muito felizes com o retorno", comemorou, Alessandra.

 

 
 
 
 
 

Postado às 08h30 | 26 fevereiro 2021 |

Subtenente Eliabe cobra do Governo solução para alimentação de PMs no interior

O deputado Subtenente Eliabe (SDD) trouxe para a Assembleia Legislativa, durante sessão ordinária desta quinta-feira (25), uma problemática envolvendo a questão alimentícia dos policiais e bombeiros militares, pedindo apoio do Governo do Estado na solução do problema.

“Nós sabemos que os policiais militares estão presentes em todas as 167 cidades do RN. E qual o problema? É que o efetivo de serviço tem enfrentado dificuldades no tocante às suas refeições. Hoje nós temos um sistema chamado ‘Vale-alimentação’, que está restrito a Natal, não chegando às demais localidades. E isso compromete principalmente a autonomia da atividade policial”, iniciou.

De acordo com o parlamentar, ele já apresentou requerimento ao Governo do Estado, solicitando que esse vale chegue a todos os municípios. “Mas infelizmente essa medida ainda não foi adotada, causando prejuízos ao andamento dos serviços de segurança”, lamentou.

“Recentemente eu assisti um vídeo do deputado Nelter Queiroz denunciando que os policiais da cidade de Lagoa Nova estavam descendo para almoçar em Currais Novos. E, na oportunidade, o secretário de Segurança disse que iria apurar a situação e responsabilizar o comandante de Currais Novos. Mas, na verdade, a saída desses policiais ocorre justamente em razão da falta do vale-alimentação. Não é má vontade nem omissão do policial; é necessidade. Por isso o governo deve resolver essa problemática urgentemente”, argumentou Eliabe.

Ainda segundo o deputado, as associações representativas da categoria também procuraram o governo para solucionar o problema. “Isso tem penalizado os operadores de Segurança Pública, os policiais militares, os bombeiros militares e, principalmente, a população, que acaba ficando desprotegida em alguns momentos”, disse.

Para o Subtenente Eliabe essa questão é “vergonhosa e desrespeitosa com esses trabalhadores que sacrificam suas vidas em prol da segurança dos cidadãos potiguares”. 

Por fim, ele destacou que está apresentando uma indicação ao governo estadual para que o “Vale-alimentação” seja transformado em “verba indenizatória”, a qual, segundo o parlamentar, é a forma mais eficaz de o benefício chegar em todas as cidades do RN.

​ ​