BLOG - Arquivo SA

postado às 09h15 | 27 de abril de 2022

Projeto de suporte terapêutico gratuito para familiares de dependentes químicos

O Grupo Terapêutico Renovar está com vagas abertas, em Natal, para dar suporte a familiares que convivem com pessoas que fazem uso abusivo de álcool e outras drogas. As inscrições seguem até o dia 4 de maio, das 8h às 21h, através do telefone (84) 3216-8607.

O projeto faz parte das atividades do Serviço Integrado de Psicologia (SIP) da Universidade Potiguar (UnP) e busca minimizar o sofrimento com apoio mútuo em grupo. Dessa maneira, os encontros acontecerão todas às quartas-feiras dos meses de maio e junho, a partir do próximo dia 4, sempre às 19h. Os atendimentos serão presenciais na Sala de Atividades Grupais do SIP, localizada na Unidade Roberto Freire.

Professora doutora responsável pela iniciativa, Maria Aparecida França explica que o projeto se mostra importante frente aos dados divulgados pelo Ministério da Saúde, que atestou um aumento expressivo de 54% nos atendimentos de dependentes químicos durante a quarentena, intensificando o sofrimento das pessoas que convivem com esse público.

“É importante que familiares e amigos se sintam apoiados e possam acessar informações sobre o manejo da problemática, formas de tratamento e do próprio autocuidado. O sentido disso tudo é proporcionar uma convivência mais saudável, minimizando conflitos e o sofrimento”, explica a docente.

Devidamente supervisionadas, as atividades oferecidas pelo Grupo Terapêutico Renovar são realizadas por alunos concluintes do curso de Psicologia. “A missão da equipe vai além de conscientizar sobre o vício, proporcionando um trabalho direcionado a contribuir para melhorar a qualidade de vida e evitar o adoecimento mental de familiares, a partir de um trabalho de gerenciamento de danos”, pontua a professora Maria Aparecida França.



postado às 09h15 | 27 de abril de 2022

Cardiologista ressalta o impacto do estilo de vida no combate a hipertensão

A OMS (Organização Mundial da Saúde) fez um alerta que lançou um novo olhar sobre a prevenção e tratamento dos casos de hipertensão. Desde os anos 1990, o número de pessoas na faixa etária de 30 a 79 anos diagnosticadas com a doença dobrou: passou de 650 milhões para 1,28 bilhão. Na avaliação de Alexandre Gayoso, cardiologista do Sistema Hapvida, as principais causas deste aumento estão diretamente ligadas ao estilo de vida: são estresse, sedentarismo, alimentação rica em sódio e alimentos industrializados.

“95% dos quadros de hipertensão são assintomáticos. Não espere ter sintomas. Fazer a aferição da pressão periodicamente, pelo menos uma ou duas vezes ao ano, é o método mais eficaz para detectar”, orienta. “No caso de a pressão apresentar com regularidade valores maiores ou igual a 140, de sistólica, ou maiores ou igual a 100, de diastólica, é importante buscar ajuda médica. Já o uso de medicamentos é recomendado em casos de incapacidade de realizar mudanças no estilo de vida e identificação da presença no organismo de danos secundários da pressão elevada”, acrescenta.

As principais consequências da pressão alta a longo prazo são alterações cerebrovasculares, na função renal, aumento no risco de declínio cognitivo na velhice, insuficiência cardíaca e elevação no risco de infarto e AVC (Acidente Vascular Cerebral). Gayoso recomenda aos adultos jovens com histórico familiar para doenças cardiovasculares a realização de acompanhamento periódico com cardiologista: “A partir dos 35 anos, é preciso fazer uma consulta a cada um ou dois anos, dependendo dos fatores de risco identificados e estilo de vida; e antes dos 35 anos, para aqueles com fatores de risco”.

O cardiologista ressalta a importância de evitar uma dieta com excesso de sal e alimentos industrializados; e manter atividade física regularmente: “Não precisa ser aeróbica. Para todos os indivíduos, é importante ter pelo menos 150 minutos de exercícios por semana e a cada uma hora sentado, deve-se ficar em pé ou caminhando por dez minutos. Para os hipertensos ou que possuem alguma doença, é recomendado ter, pelo menos, 300 minutos semanais de atividades físicas”. O médico sinaliza a necessidade de contar com avaliação clínica de orientação para atividades físicas com os objetivos de “identificar doenças de forma mais precoce, prevenir lesões e mal súbitos, além de orientar a atividade ideal para cada um”. Além disso, o profissional reafirma os benefícios de “ter um sono reparador; buscar o equilíbrio espiritual; e controlar fatores de risco como obesidade, estresse, ansiedade, depressão e diabetes”.



postado às 09h30 | 26 de abril de 2022

Greve do INSS completa um mês no RN e paralisação segue por tempo indeterminado

A greve dos servidores do INSS completa, neste sábado (23), um mês no Rio Grande do Norte. O movimento segue por tempo indeterminado e segundo o Sindprevs-RN, mais de 80% da categoria já aderiu à paralisação.

Os servidores do RN aprovaram a greve em assembleia colegiada e deram início ao movimento em 23 de março, em ação articulada com outros estados do Brasil.

Na pauta emergencial de reivindicação, estão a reposição salarial de 19,9%, a realização urgente de concurso público e a implantação de jornada de 30h para todos os servidores.

De acordo com Cícero Nogueira, diretor de Comunicação do Sindprevs-RN, a falta de diálogo do Governo Federal e o avanço em políticas de desmonte do serviço público de concessão de aposentadorias são as razões para a greve seguir por tempo intermediado.

“O desrespeito do Governo não é somente com nós, servidores, mas com toda a população que depende e precisa dos serviços do INSS. Não se trata de uma luta isolada, estamos tentando salvar a Previdência Social, cuja sobrevivência está ameaçada pelas práticas do Executivo”, explica ele.

Dados da representação sindical apontam que os atendimentos presenciais estão suspensos em quase todas as agências do Estado e uma agenda com atos e mobilizações tem sido executada pelos servidores.

Os beneficiários que deixarem de ser atendidos devido à greve devem usar o aplicativo Meu INSS para remarcarem os procedimentos para uma nova data



postado às 09h15 | 26 de abril de 2022

Potiguares celebram as boas chuvas registradas pela Emparn em todo o RN

Na tradição nordestina, chuva é sinal de muita fartura. E no Rio Grande do Norte, o volume de chuvas 8,6% acima da média esperada para os quatro primeiros meses de 2022, até este domingo (24) tem garantido um bom inverno e trazido a esperança de boa safra e colheita na produção agrícola. Para os potiguares, significa também segurança hídrica no abastecimento de água dos municípios, com aumento das reservas que atualmente alcançam 43,59% da sua capacidade total, dado do dia 18 de abril, divulgado pelo Igarn.

O sistema de monitoramento da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (Emparn) registrou um volume médio no período de janeiro a abril deste ano de 466,7 milímetros (mm) em todo o estado, enquanto o esperado era de 429,8 mm. A região que mais recebeu carga d´água foi o Oeste Potiguar, com o acumulado de 560.6mm.

“Nesse final de abril e início de maio, as chuvas continuarão ocorrendo em todas as regiões, com bons índices, devido as boas condições termodinâmicas dos oceanos atlântico e pacífico”, explica o chefe do setor de meteorologia da Emparn, Gilmar Bristot.

Com as chuvas que deverão ocorrer até o final de abril, o estado ficará na condição climatologia de normal a acima. Até o momento, são 63 municípios na condição normal e 14 na de chuvoso. Pelo mapa do monitoramento deste domingo (24), divulgado às 9h15, as chuvas mais intensas nas últimas 24h ocorreram na Microrregião de Pau dos Ferros.

Apesar dos altos volumes de chuva registrados nas últimas 24h, segundo o coordenador da Defesa Civil Estadual, o coronel Carvalho, o Estado não apresentou ocorrências graves. “A Defesa Civil do estado está acompanhando as chuvas que começaram a cair na sexta e continuaram sábado e hoje. Apesar dos volumes expressivos registrados ontem, não fomos acionados para prestar apoio a nenhum município”, afirmou.

A previsão para o resto do dia deste domingo é de poucas nuvens na região do Alto Oeste, podendo chover à noite. Na região de Mossoró e Vale do Açu, céu parcialmente nublado com chuvas. Seridó, Agreste e Litoral, parcialmente nublado a claro.



postado às 09h15 | 26 de abril de 2022

RN participa com estande próprio na ABAV Travel SP no interior de São Paulo

Fortalecendo as ações para promover o Estado, o Governo do Rio Grande do Norte, por meio da Empresa Potiguar de Promoção Turística (Emprotur) marca presença na edição de 2022 da ABAV Travel SP, que acontece nos dias 28 e 29 de abril, em Águas de Lindóia/SP.

A ABAV Travel SP é considerada uma das principais feiras turísticas nacionais, anteriormente chamada de AVIESP. Nesta edição, o Rio Grande do Norte terá estande próprio com a participação efetiva do trade potiguar, com representantes do trade potiguar.

“O interior de São Paulo é um dos principais mercados emissores de turismo do RN, e vamos aumentar mais a nossa promoção fomentando os voos diretos vindos dessa região”, declarou o diretor-presidente da Emprotur, Bruno Reis.



postado às 09h45 | 20 de abril de 2022

RN firma compromisso de redução em 50% das mortes e lesões no trânsito até 2028

O estado do Rio Grande do Norte aderiu nessa segunda-feira (18) ao Plano Nacional pela Redução de Mortes e Lesões no Trânsito (Pnatrans). A assinatura do termo de compromisso foi registrada pelo diretor-geral do Departamento Estadual de Trânsito do RN (Detran), Jonielson Pereira, e pelo secretário Nacional de Trânsito, Frederico Carneiro, em solenidade realizada no auditório do Parque da Cidade Dom Nivaldo Monte, em Natal.

O momento contou com a participação do vice-governador do RN, Antenor Roberto, além de representantes da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Projeto Vida no Trânsito (PVT), Conselho Estadual de Trânsito do RN (Cetran), Detran/RN, Secretaria de Mobilidade Urbana de Natal (STTU), entre outras instituições envolvidas na pauta da segurança viária.

O diretor do Detran/RN, Jonielson Pereira, explicou que a iniciativa do Governo do Rio Grande do Norte tem como foco a ampliação da segurança no trânsito estadual, já que as 160 ações prioritárias direcionadas pelo Pnatrans agem de maneira programada até 2028 estimulando a redução em 50% no total de mortes e lesões decorrentes de acidentes no trânsito.

“O Pnatrans une os governos Federal, Estadual e Municipais na construção de um trânsito menos violento. Cada um desses entes vai agir integrado para alcançar suas metas que é a de reduzir em 50% as mortes ocorridas no trânsito brasileiro. É uma meta ousada que vamos buscar aqui no Rio Grande do Norte”, comentou o diretor Jonielson Pereira.

Já o secretário Nacional de Trânsito, Frederico Carneiro, destacou o empenho das demais autoridades de trânsito para o sucesso do Pnatrans no Brasil, informando que o plano tem potencial de preservar 86 mil vidas em 10 anos. “Com a assinatura do termo de compromisso do Governo Federal com o Rio Grande do Norte, o plano começa a ser posto em prática em mais da metade dos entes federados. Com a mobilização, cresce a conscientização de condutores e, consequentemente, mais vidas são salvas no trânsito brasileiro”, ressaltou.

Até o momento, além do Rio Grande do Norte, aderiram ao Pnatrans o Distrito Federal, Paraná, Goiás, Rio de Janeiro, São Paulo, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Minas Gerais, Roraima, Espírito Santo, Bahia e Pernambuco.

 



AUTOR

Saul Amorim