BLOG - Arquivo SA

postado às 09h15 | 31 de março de 2022

Shopping Cidade Jardim promove feira de artesanato e gastronomia

Nos dias 01 e 02 de abril, o Shopping Cidade Jardim recebe a Feirart Potiguar, voltada para a cultura regional. A ideia da feira é promover a venda do artesanato e da gastronomia locais, diretamente de quem produz para o consumidor, valorizando o pequeno produtor e colocando o público em contato direto com toda a diversidade cultural do nosso país e da nossa região.

A Feirart existe há mais de 6 anos, promovendo e apoiando os artistas locais. Esse ano, a feira chega pela primeira vez ao Cidade Jardim, com o objetivo de proporcionar ao público uma experiência única, com os melhores artigos da cultura local. A feira acontecerá nos corredores do shopping, das 9 às 21h.

“Nosso objetivo é fazer com o que o público tenha sempre as melhores experiências. Nossa cultura é muito rica e o Cidade Jardim vai sempre apoiar iniciativas que a promovam”, disse Ronaldo Fernandes, consultor de negócios do shopping.



postado às 09h15 | 31 de março de 2022

Escola Pública de Trânsito do Detran abre curso de Instrutor de Trânsito

A Escola Pública de Trânsito (EPT) do Detran do Rio Grande do Norte abre a partir desta quinta-feira (31) a pré-inscrição para os candidatos que desejem a formação ou atualização no Curso de Instrutor de Trânsito. A capacitação concede o conhecimento técnico e prático para que o cidadão possa ser responsável pela formação, capacitação, atualização e reciclagem de candidatos a habilitação (CNH), transmitindo os conteúdos básicos, teóricos e práticos, exigidos pela legislação vigente.

A Coordenação da EPT/RN disponibilizou um link na internet que possibilita ao cidadão realizar sua pré-inscrição sem precisar se deslocar até uma unidade do Detran, bastando acessar AQUI e preencher o formulário com os dados contendo nome completo, CPF, telefone, e-mail, instituição ou órgão (caso pertença) e o curso se é para formação voltada a servidor, capacitação (Público Geral) ou atualização.

O Curso para formação de Instrutor de Trânsito conta com carga horária de 180h compreendendo os módulos de Fundamentos da Educação; Didática; Língua Portuguesa; Legislação de Trânsito; Direção Defensiva; Noções de Primeiros Socorros e Medicina de Tráfego; Proteção e Respeito ao Meio Ambiente; Psicologia Aplicada à Segurança no Trânsito; Noções sobre funcionamento de veículos; Prática de Direção Veicular em veículos de 2 e 4 rodas; e Prática e Ensino Supervisionado.

Já o curso de atualização de Instrutor de Trânsito tem carga horária de 20h, versando sobre os conteúdos dos cursos de capacitação, abordando as atualizações na legislação, a evolução tecnológica e estudos de casos, que trabalham a relação da prática com os fundamentos teóricos do curso.

Segundo o coordenado da EPT, Felipe Barreto, para ingressar no curso de Instrutor de Trânsito é preciso que o cidadão seja maior de 21 anos, comprove escolaridade mínima de Ensino Médio, não pode ter sofrido nenhuma penalidade prevista no Código de Trânsito Brasileiro (CTB), entre outras. “Pretendemos até o próximo dia 08 de abril iniciar o processo das inscrições definitivas. Nosso objetivo é abrir o curso para o público em geral como forma de ampliar os profissionais aptos a atuar como instrutor”, informou.

Serviço:

Curso: Instrutor de Trânsito

Entidade: Detran-RN

Público Alvo: Aberto ao Público

Pré-inscrição: A partir de 31/03/2022

Local da pré-inscrição: Internet no link - https://bit.ly/3tSvO Mh

 



postado às 09h15 | 31 de março de 2022

No Dia Internacional da Visibilidade Trans, projeto oferece atendimento gratuito

Para marcar o Dia Internacional da Visibilidade Transgênero, celebrado nesta quinta-feira (31), o Núcleo de Prática Jurídica (NPJ), da Universidade Potiguar (UnP), dá continuidade ao atendimento gratuito para mudança de nome e gênero nos registros civis de pessoas trans, em Natal.

O serviço, que começou na última segunda-feira (28) e segue até o fim do semestre 2022.1, tem o objetivo de disseminar a conscientização contra a discriminação enfrentada por essa comunidade.

Os agendamentos ocorrem de segunda a sexta-feira, a partir das 8h, presencialmente na sede do NPJ, localizado na Unidade Roberto Freire, zona Sul da capital. Os interessados também podem agendar por meio de mensagem de texto no WhatsApp (84) 99499-2012.

Para fazer a mudança de nome e gênero, é importante ter em mãos os seguintes documentos:

·         Certidão de Nascimento atualizada;

·         Certidão de Casamento atualizada, se a pessoa for ou tiver sido casada;

·         Cópias do RG e CPF; de carteira de identidade social, se tiver; do passaporte brasileiro, se tiver; e do Título de Eleitor;

·         Comprovante de Endereço atualizado;

·         Comprovante de Renda;

·         Certidões Cíveis e Criminais da Justiça Federal;

·         Certidões Cíveis e Criminais da Justiça Estadual;

·         Certidões de execução criminal da Justiça Estadual;

·         Certidão de quitação da Justiça Eleitoral;

·         Certidão de ações trabalhistas;

·         Certidões da Justiça Militar.

Conquista inédita

Em 2014, o Núcleo de Prática Jurídica da UnP obteve uma conquista inédita. Rochelly Eleonora Silva de Barros deixou para trás o nome masculino, sem precisar se submeter à cirurgia de redesignação sexual. Essa foi a primeira vez no Rio Grande do Norte que uma pessoa trans conseguiu essa mudança legalmente.

Outros serviços

Além do Direito Cível, a população em geral de baixa renda também tem à disposição no NPJ atendimento jurídico gratuito nas áreas do Direito de Sucessões, Direito do Consumidor, Direito de Família, entre outras.

 

Sobre a Universidade Potiguar - UnP

A UnP é a única universidade privada do Estado do Rio Grande do Norte. Com 40 anos de atividades, possui milhares de alunos entre os campi em Natal e Mossoró, oferecendo cursos de graduação, pós-graduação e educação a distância, com polos em diversas cidades do país, além de cursos técnicos. Como formadora de profissionais, a instituição tem compromisso com a cidadania, consubstanciada nos valores éticos, sociais, culturais e profissionais. Este propósito direciona o desenvolvimento e a prática de seu projeto institucional e dos projetos pedagógicos dos cursos que oferece para a comunidade. Para mais informações: www.unp.br.

 



postado às 08h45 | 30 de março de 2022

Valor da cerveja brasileira será impactado pela guerra

O preço da cerveja no Brasil sofrerá impactos devido à guerra no Leste Europeu. O comércio de ingredientes da bebida será abalado diretamente pelo conflito, uma vez que Rússia e Ucrânia são responsáveis por 28% das exportações globais da cevada e o país de Vladimir Putin é o terceiro maior fornecedor de malte ao mercado nacional.

Em 2021, o Brasil importou US$ 64 milhões de malte da Rússia, o que consolidou o país russo como um dos principais exportadores do produto para o mercado brasileiro – que é dependente de importações de produtos ligados ao mercado cervejeiro, assim como o de fertilizantes.

Grande parte da cevada e do malte utilizados na indústria cervejeira brasileira é importada da Argentina e do Uruguai. Contudo, a diminuição de fornecedores desses ingredientes irá aumentar a procura por outros produtores para suprir o mercado, elevando os preços em todo o mundo.

Segundo a Anheuser-Busch InBev, responsável pela Ambev, a empresa contará com uma proteção financeira de 12 meses contra variação cambial, tentando não repassar os custos para os consumidores. Além disso, a companhia promete controlar o preço dos commodities utilizados na produção da cerveja.

De acordo com a empresa de pesquisa de mercado Kantar, consumidores têm trocado marcas mais famosas, como Heineken, Stella Artois e Eisenbahn, por outras mais acessíveis e populares.

Segundo a Ambev, o hectolitro (100 litros) aumentou 17,4% em 2021, a estimativa para este ano era de 16% a 19%. Contudo, o cálculo foi realizado antes da invasão russa.

Conforme estudo divulgado, em 2021, pela plataforma de descontos CupomValido, o Brasil é o terceiro maior consumidor de cerveja no mundo, atrás somente da China e dos Estados Unidos.

Metrópoles



postado às 08h45 | 30 de março de 2022

Dia da Visibilidade Trans terá mutirão nesta quarta e quinta (30 e 31)

O Dia Mundial da Visibilidade Trans (31 de março) será celebrado no Rio Grande do Norte com um mutirão para retificação de nome e gênero em registros civis. A ação será promovida pela Defensoria Pública do Estado do Rio Grande do Norte (DPE/RN), com apoio da Secretaria Estadual das Mulheres, da Juventude, Igualdade Racial e dos Direitos Humanos (Semjidh), nesta quarta e quinta-feira (30 e 31), das 8h às 14h, respectivamente em Parnamirim e Natal.

O mutirão tem como objetivo promover uma união de esforços para garantir a retificação de registro civil para pessoas trans que buscam ajustar em seus documentos oficiais o seu gênero, incluindo a troca do prenome. Durante a ação, a Ouvidoria Geral de Direitos Humanos da Semijdh também irá realizar atendimentos. Com a retificação do registro civil, todos os documentos oficiais (RG, CPF e Certidões) passarão a constar com o nome escolhido. No entanto, a mudança permite que seja alterado apenas o prenome, os sobrenomes a serem usados devem seguir a origem de nascimento.

A retificação do registro civil para pessoas trans passou a ser feita 100% de forma extrajudicial em março de 2018, quando o Supremo Tribunal Federal reconheceu a importância de retirar a obrigatoriedade da cirurgia e a solicitação judicial para a retificação do nome. Agora, basta ir até o cartório, se autoidentificar uma pessoa trans e alterar o nome e o gênero. No entanto, o caminho extrajudicial possui a cobrança de taxas cartorárias que nem sempre podem ser arcadas por uma pessoa hipossuficiente. Nesses casos, a Defensoria Pública se torna um caminho para solicitar e requerer a retificação com um menor custo.

O atendimento no mutirão será porta aberta, sendo dispensado o agendamento prévio. Os interessados devem levar certidão de nascimento atualizada, certidão de casamento atualizada, se a pessoa for ou tiver sido casada, Cópia do RG e CPF; cópia de carteira de identidade social, se tiver, cópia do passaporte brasileiro, se tiver; cópia do título de eleitor, comprovante de endereço atualizado e comprovante de renda.

O provimento do CNJ que regula a retificação do registro solicita ainda que a pessoa apresente uma série de certidões: distribuição Cíveis e Criminais da Justiça Federal, distribuição Cíveis e Criminais da Justiça Estadual, certidões de execução criminal da Justiça Estadual, certidão de quitação da Justiça Eleitoral, certidão de ações trabalhistas e certidões da Justiça Militar.

SERVIÇO

MUTIRÃO PARA RETIFICAÇÃO DE REGISTRO CIVIL “NOME E GÊNERO”
DATA: 30 DE MARÇO DE 2022

LOCAL: NÚCLEO DA DEFENSORIA EM PARNAMIRIM – AV. PILOTO PEREIRA TIM, 1129, PARQUE DE EXPOSIÇÕES

HORÁRIO: 8H ÀS 14H

DATA: 31 DE MARÇO DE 2022

LOCAL: NÚCLEO DE PRIMEIRO ATENDIMENTO CÍVEL DE NATAL – AV. SENADOR SALGADO, 2868B, LAGOA NOVA

HORÁRIO: 8H ÀS 14H

MAIS INFORMAÇÕES: defensoriapublica@dpe.rn.def.br

 



postado às 08h45 | 30 de março de 2022

Tuberculose: médico explica os sintomas, o diagnóstico e como se prevenir

Uma doença infectocontagiosa que entra no organismo por meio das vias aéreas superiores. Assim é a tuberculose. Quando não tratada pode deixar sequelas ao paciente. Os ambientes fechados, sem ventilação, são propícios à proliferação das bactérias dessa enfermidade que são transmitidas de forma direta, de pessoa a pessoa. ''O Mycobacterium tuberculosis, popularmente conhecido como bacilo de Koch (BK), entra no organismo e se aloja no pulmão ou em outras partes do corpo, caracterizando a enfermidade'', explica o infectologista do Sistema Hapvida, Igor Thiago Queiroz. 

Tosse seca e com sangue, dor no peito ao tossir e dificuldades para respirar são os principais sintomas. Alguns pacientes não exibem nenhum indício da patologia, outros apresentam indícios aparentemente simples que são ignorados durante alguns anos. ''É necessário evitar o contato com os doentes e tratar efetivamente os acometidos para que eles não transmitam aos demais'', ressalta o especialista. Segundo Queiroz, quando a bactéria desenvolve-se em outros órgãos, é possível que surjam cansaço excessivo, suor noturno, febre e inchaço no local em que a bactéria está instalada.  

O quadro clínico pode deixar sequelas irreversíveis e, por isso, o tratamento não pode ser abandonado. ''A intervenção, geralmente, à base de antibióticos tem duração de seis meses e é 100% eficaz, mas não pode haver abandono nem irregularidade'', enfatiza o médico. A principal maneira de prevenir é com a vacina BCG (Bacillus Calmette-Guérin). O imunizante deve ser dado às crianças ao nascer, ou, no máximo, até 04 anos, 11 meses e 29 dias de idade e protege contra as formas mais graves da doença, como a tuberculose miliar e a meníngea.



AUTOR

Saul Amorim